Análise ao Samsung Galaxy Note 4

O Galaxy de tamanho extra grande, que é como que diz o Samsung Galaxy Note 4 está a deixar muita gente com água na boca. Venha saber porquê.

 

dispositivo samsung galaxy note 4

Estávamos em outubro de 2011, quando a Samsung apresentou pela primeira vez a sua gama Galaxy Note. A apresentação aconteceu na IFA 2011, realizada em Berlim.

A grande particularidade do primeiro Galaxy Note era a sua dimensão – um ecrã de 5.3 polegadas, algo entre um smartphone e um tablet, que por isso vai batizado de phablet.

O Galaxy Note original marcava ainda a diferença por apresentar uma caneta Stylus que oferecia uma maior flexibilidade na utilização e por ter sido o primeiro dispositivo do mundo com um ecrã HD Super AMOLED.

Apesar de muitas vozes terem vaticinado o insucesso, a verdade é que a gama Galaxy Note foi um tremendo sucesso e isso traz-nos ao presente.

Quatro anos depois da sua primeira versão, chegou o Samsung Galaxy Note 4 e está mais apelativo do que nunca.

É verdade que o Note 3 foi um enorme sucesso (pode rever a nossa análise a este equipamento aqui: Samsung Galaxy Note 3 – O Phablet do Momento

Desde o processador topo de gama Snapdragon 805, ao ecrã 2K QHD, uma nova S-Pen, são muitas as novidades que fazem do Samsung Galaxy Note 4 um dos dispositivos mais apetecíveis do mercado.

Em termos estéticos, o Galaxy Note 4 destaca-se desde logo pelo visual metálico premium, que agradou desde logo à crítica e ao público.

Mas já chega de preliminares. Vamos avançar e conhecer melhor este dispositivo.

galaxy note 4

Design

Uma das críticas mais frequentes ao design da família Samsung Galaxy Note incidia no material utilizado na sua construção.

Sendo o Galaxy Note um equipamento dispendioso, muitos dos utilizadores queixavam-se da sua construção plástica, que apesar de robusta não tinha aquele toque premium.

A Samsung finalmente ouviu o coro de críticas e apresentou o Galaxy Note 4 com os apontamentos de metal que há muito eram reivindicados.

O dispositivo é protegido por um aro de metal, que além de proteger confere ao equipamento um visual realmente requintado.

Em termos de formato e estilo, é evidente que o Note 4 bebeu muita inspiração no Galaxy Alpha. A forma, o estilo e os cantos redondos são os mesmos.

Na capa traseira, o plástico ainda é o material predominante, ainda que a Samsung tenha feito um esforço para tornar o visual mais apelativo, através de um efeito de cabedal.

Mas nem tudo é mau na capa traseira plástica, já que a mesma oferece-nos um bom “grip”. Não há aquele receio de que o Note nos escorre da mão a qualquer momento.

Em termos de medidas, o Samsung Galaxy Note apresenta 153.5 x 78.6 x 8.5mm. São números equilibrados para este verdadeiro top-model phablet.

Ecrã

A dimensão do ecrã do Samsung Galaxy Note 4 mantem-se em 5.7 polegadas, mas isto não significa que não tenham ocorrido alterações.

Tal como o Oppo Find 7 e o LG G3, também o Note 4 passou da resolução de Full HD 1080 para um ecrã incrível de 1400 px x 2560 px Quad HD.

Com a tecnologia PenTile Super AMOLED, o ecrã do Samsung Galaxy Note 4 garante cores brilhantes e pretos nítidos. A experiência de ver vídeos, por exemplo, é extremamente satisfatória.

É necessário destacar também a funcionalidade multi-janelas que permite visualizar diversas apps ao mesmo tempo. Já que o Galaxy Note 4 tem um ecrã de tamanho generoso, esta funcionalidade faz todo o sentido.

Para algumas pessoas, as cores padrão do ecrã são demasiado brilhantes, mas este aspeto é configurável e cada pessoa pode ajudar as cores ao seu gosto pessoal.

A sempre importante questão da resistência e durabilidade também não foi esquecida e o ecrã do Galaxy Note 4 é protegido por Corning Gorilla Glass 3. Esta é uma questão muitas vezes pouco valorizada, mas que tem uma importância fulcral.

Quem não viu já os famosos vídeos do youtube, onde os utilizadores testam a resistência dos seus smartphones perante diversos cenários, como quedas?

É claro que Corning Gorilla Glass 3 não é sinónimo de resistência a tudo e mais alguma coisa, mas sempre é um grau de proteção adicional.

note 4

Hardware

O Samsung Galaxy Note 4 vem equipado com hardware de topo. No lugar do processador encontramos um Qualcomm Snapdragon 805.

Os 3 GB de RAM garantem toda a fluidez, mesmo durante a realização de múltiplas tarefas.

O armazenamento interno é de 32 GB, memória essa que é expansível até 128 GB (MicroSD).

Para garantir que todo este manancial tecnológico não compromete a duração da bateria, a mesma apresenta-se com uns generosos 3220 mAh.

Palavras para quê? É um dispositivo verdadeiramente de topo.

Câmara

O que podemos esperar da câmara do Samsung Galaxy Note 4? Como seria expetável, podemos esperar muito!

O equipamento apresenta uma lente de 16 MP, com flash dual-LED e funcionalidade de foco automático e de foco touch.

Em termos genéricos, o Galaxy Note partilha a mesma câmara que é apresentada no S5. Contudo, o Galaxy Note apresenta uma grande vantagem: Estabilização Ótica de Imagem.

A estabilização Ótica de Imagem atenua o movimento de movimento da câmara e permite alcançar melhores resultados em condições de fraca luminosidade.

A câmara frontal tem uma lente de 3.7 MP e 90 graus. Os fãs das selfies vão certamente gostar da câmara frontal deste equipamento.

As possibilidades e funcionalidades oferecidas pelas câmaras do Samsung Galaxy Note 4 colocam este equipamento no pelotão da frente, também no que à fotografia “móvel” diz respeito.

Avaliação Final

O Samsung Galaxy Note 4 é um dos equipamentos mais dispendiosos do mercado e devido à sua dimensão, não é certamente o equipamento certo para todas as pessoas.

Contudo, é impossível não sentir vontade de testar, mexer e de conhecer melhor um equipamento como este. Desde a qualidade de construção, até à performance, passando pela câmara de topo, os atributos do Galaxy Note 4 falam por si.

Se tem vontade de comprar um topo de gama com um ecrã de grande dimensão e se não se deixa assustar facilmente com preços elevados, então vale a pena comprar o Samsung Galaxy Note 4.

    Prós

  • Ecrã de elevada qualidade
  • Uma das melhores câmaras fotográficas de todos os dispositivos móveis
  • Performance de topo
    Contras

  • Capa traseira ainda em plástico
  • Preço que pode assustar algumas pessoas

Foto: Marques Brownlee

Categoria:Análises

Etiquetas:

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Artigo por: André Alface

Junto à praia há mais tempo para escrever e até a tecnologia ganha outro colorido e outra vivacidade. Encontram-me por aqui, sobretudo a escrever sobre as novidades do mundo Android.