Caixa vai aumentar preços dos cartões e das transferências bancárias

Os clientes da Caixa Geral de Depósitos (CGD) vão pagar mais pelos serviços prestados pelo Banco do estado, a partir de Abril, nomeadamente pelo uso dos cartões bancários e pelas transferências.

A CGD anunciou um novo preçário, que entrará em vigor em Abril deste ano, e que inclui aumentos nos preços das anuidades dos cartões e nas comissões das transferências bancárias.

A notícia é avançada pelo Jornal de Negócios que atesta que as anuidades dos cartões vão aumentar conforme o tipo de produto utilizado por cada cliente da Caixa.

No caso das transferências bancárias feitas da CGD para outros bancos, nos balcões da instituição ou através de telefone, vão ficar mais caras um euro.

Aumento assinalável verifica-se ainda, na requisição de cheques, seja por telefone, seja pela Internet. Solicitar um pacote de 11 cheques cruzados à ordem custava até agora 16,50 euros e passará a custar 18,15 euros, a partir de Abril, segundo refere o Negócios.

Estas medidas estavam incluídas no plano de reestruturação elaborado por António Domingues, o ex-presidente da CGD e vão entrar em vigor, mesmo após a sua saída da instituição.

O Banco do Estado espera poder amealhar mais 150 milhões de euros em comissões, durante os próximos quatro anos, conforme nota o Negócios.

ZAP //

18 COMENTÁRIOS

  1. Haja quem pague os ordenados de luxo dos gestores Também os despedimentos de trabalhadores servem para este efeito. Não há melhoras neste país.

  2. Temos que trabalhar e pagar os chamados impostos assim como temos de pagar as falcatruas da CGD e não só. Só não percebo um banco falido e o desgoverno paga salários como se estivéssemos no Katar, estes salários não poderão ser chamados da roubo ao depositante/contribuinte?
    Portugal um país que ninguém percebe o seu funcionamento por este motivo é que as empresas de reiting nos mantem no NÍVEL DE LIXO.
    Fujam de depositar em bancos falidos só mantidos em pé devido ao compadrio dos futuros gestores sim que depois de deixarem a porcaria que fizeram a empobrecer este pobre país pensam a ser diretores do banco falido CGD. Votem o olho ao GES e vejam o que os desgraçados dos depositantes passaram.

  3. É só mudar a conta para o Banco dos CTT ou para um outro que não tenha comissões. Problema resolvido.
    Quem tudo quer, tudo perde.

  4. obrigado BPI que me continuas a cobrar zero nas transferências online, zero nas transferências europeias, zero nos cartões mbnet e dez euros/ano do cartão multibanco. Já não é o caso mas quando era conta ordenado, obrigado BPI pelo plafon de 500 euros isento de juros. Obrigado caixa pelo plafon de 250 euros sem juros com prazo de dois dias e plafon de 400 euros com juros imediatos, obrigado caixa pelos custos de transferências online de 52 cêntimos e internacionais nem testei ainda por medo… Obrigado caixa pelos descontos quinzenais na minha conta de 50 cêntimos com a descrição “made by”… Deixem só o crédito da casa terminar que termina as minhas colaborações involuntárias à vossa boa gestão.

    • Deixa estar que o BPI também é muito bom, cancelei a minha conta porque me estavam a cobrir 20€ anuais de comissões + anuidade do cartão que era para mais de 15€. Obrigado? Eu digo, até nunca mais!

      • O BPI cobra-me €5/mês por não ter conta ordenado nem poupanças neles. Não me posso queixar pois faço imenso movimento na conta, MBnet’s, transferências nacionais e internacionais muito frequentes, etc etc e NADA mais me é cobrado, ao contrario que na CGD TUDO o que faço tem um imposto ou taxa + taxas só “porque sim”. Mas atenção, não sou sócio do BPI, foi só a titulo de exemplo…

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here