Caixas Multibanco vão dar moedas

dalydose / Flickr

As caixas Multibanco vão passar a entregar aos seus utilizadores moedas. Uma medida que será posta em prática no próximo ano a par de um sistema de pagamentos que promete outras novidades.

Para já ainda não há uma data concreta para que estas novas máquinas com moedas estejam disponíveis para o público, conforme explica Maria Antónia Saldanha, directora de comunicação da SIBS (a empresa que gere a rede de caixas Multibanco), em declarações à Rádio TSF.

“Estão a ser estudadas máquinas que possam permitir amanhã, não há uma data ainda definida para essa situação, por exemplo, dispensar moedas. Ou seja, em vez de ter apenas notas, também ter moedas, facilitando assim a vida de quem queira fazer um pagamento ou um carregamento de telemóveis com notas”, salienta Maria Antónia Saldanha.

A responsável da SIBS afiança ainda que está a ser planeada a possibilidade de se fazerem pagamentos por via do Multibanco sem que seja preciso um código PIN.

Estes anúncios surgem na altura em que se assinala o 30º aniversário do Multibanco, cuja rede de caixas foi lançada em 1985 com a instalação de nove equipamentos em Lisboa e no Porto, que permitiam fazer levantamentos, consultas (saldos e movimentos) e alteração de PIN (código).

Hoje, segundo a SIBS, existem cerca de 13 mil caixas de Multibanco e mais de 19 milhões de cartões em circulação, estando disponíveis mais de 60 funcionalidades.

A presidente executiva do Grupo SIBS, Madalena Cascais Tomé, destaca a importância do MB em Portugal.

“O serviço MB é único no mundo. Os portugueses são os únicos que podem usar qualquer cartão em qualquer lugar, a qualquer hora. É algo que não acontece noutros países. Por isso, cumpre a sua missão de proporcionar eficiência e ajudar os portugueses a libertarem o seu tempo para o que é mais importante”, diz em declarações à Agência Lusa.

|  Fisco apanha 235 mil empresas com irregularidades nas faturas

A responsável adianta ainda que a SIBS está neste momento a lançar o serviço MB WAY, de transposição do MB para o telemóvel, que permite fazer compras e transferências imediatas.

ZAP / Lusa

3 COMENTÁRIOS

  1. Vem ai mas é uma crise mundial e quando for tudo ao MB em vez de 60 euros como era na grécia leva 1 moedinha de euro por dia e já gozas e já não deve faltar muito para vir a taxa por levantamento…há anos que andam mortinhos por aplicá-la.

  2. a reter: “(…..) em vez de ter apenas notas, também ter moedas, facilitando assim a vida de quem queira fazer um pagamento ou um carregamento de telemóveis com notas”, salienta Maria Antónia Saldanha.”

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here