Chefs franceses declaram guerra a "fotógrafos de pratos"

Steelite International / Flickr

-

Dois famosos chefs franceses declararam guerra a clientes que registaram fotos de seus pratos.

Gilles Goujon, dono do restaurante L’Auberge du vieux puits, em Fontjoncouse, no sul de França, que tem três estrelas no Guia Michelin, é um dos maiores críticos dos fotógrafos amadores.

Segundo o chef, todas as vezes que alguém tira uma foto das suas criações e publica a imagem nas redes sociais “acabam com a surpresa e um pouco da minha propriedade intelectual“, disse Goujon ao site de notícias France TV Info.

Outro chef de renome, Alexandre Gauthier, do restaurante La Grenouillère, em Madelaine-sous-Montreil, no norte de França, foi além e decidiu incluir um aviso no menu a proibir câmaras fotográficas – embora a fotografia não seja totalmente banida no local.

Gauthier lamenta o fato de que os clientes tiram mais fotos da comida do que dos comensais em si. “Antes, as fotos eram da família, da avó, e agora tiramos fotos da comida. Até fazer o tweet, ver os “gosto” e responder aos comentários, o prato já está frio”, sentenciou.

Mas nem todos os estabelecimentos gastronómicos têm a mesma visão – alguns restaurantes em França decidiram mesmo oferecer cursos de fotografia para pôr fim ao que alguns chefs consideram “o mal do século“.

ZAP / BBC

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here