Concursos televisivos "assediam" e "massacram" telespectadores

SXC

-

A Associação Portuguesa de Direito do Consumo (APDC) apresentou uma queixa à Entidade Reguladora para a Comunicação Social (ERC) e à Provedoria da Justiça contra o “assédio” e “abusos” de concursos televisivos da RTP, SIC e TVI.

Os telespectadores são “sucessivamente massacrados, ao longo do dia, com mensagens a apelar à participação em concursos” televisivos, através de chamadas de valor acrescentado, fazendo-os acreditar que se estão a candidatar “a um prémio monetário elevado”, criticou Mário Frota, presidente da APDC.

Os concursos têm como público-alvo “as pessoas mais vulneráveis, que estão em casa, em situações de desemprego ou de aposentação”, havendo, de acordo com Mário Frota, um “assédio” a esses mesmos telespectadores, perpetrado por “apresentadores de TV com um certo carisma”.

Os apresentadores “usam a sua credibilidade para aliciar as pessoas a telefonar”, explicou o presidente da APDC, sublinhando que é também passada a ideia de “quanto mais se ligar, mais oportunidades se tem de ganhar”, incitando à realização de “várias chamadas”.

O apelo feito pelos apresentadores destes concursos televisivos é levado “à exaustão” e afeta “os orçamentos familiares” das populações “mais vulneráveis”.

Para Mário Frota, esta prática constitui “assédio”, sendo entendido como “uma prática comercial agressiva“, considerando-a “absolutamente ilegal”.

Segundo o presidente da APDC, o próprio prémio é entregue “em cartão de crédito e não em dinheiro”, não sendo explicado “convenientemente o prémio nem as suas limitações”.

O presidente da APDC destaca ainda o retorno registado em 2013, pela SIC e TVI, “de mais de 70 milhões de euros” neste tipo de chamadas, referindo que “os números são assustadores e mostram que as televisões acabam por se financiar a partir destes concursos”.

|  Coca-Cola está a financiar os cientistas que culpam o sedentarismo pela obesidade

“Isto é uma vergonha nacional”, disse Mário Frota à agência Lusa, frisando ainda que a proposta de “autorregulação dos operadores televisivos em relação aos concursos apenas protege a concorrência, não havendo qualquer proteção dos consumidores”.

Os concursos são “uma forma de exploração absolutamente intolerável“, concluiu.

/Lusa

5 COMENTÁRIOS

  1. Pois se até o próprio Estado ganha com o “quiosque”,como se vai pretender acabar com este assalto aos cidadãos , digno de um Diogo Alves

  2. Isto é uma autentica pouca vergonha, já há muito tempo apresentei queixa à inspecção geral de jogos que entretanto remeteu a queixa à GNR… que mais tarde me escreveu dizendo que os concursos eram autorizados e que não podiam fazer nada… rsssss. Se um desgraçado de um café ou tasca põe lá uma maquineta de pocker para realizar algum… é o carmo e a trindade… multas pesadíssimas, etc… o jogo é exclusivo dos casinos e da “Santa”Casa… mas estes tipos, como diz o artigo, vendem jogo e sacam compulsivamente o pouco dinheirinho aos velhotes reformados e outros otários que passam a vida em casa agarrados à TV, dinheiro esse que tanta falta faz à pequena economia nacional e continuam impunemente a vender a sua banha-da -cobra sem que nada lhes aconteça. Mereciam todos ser cremados vivos… inqualificáveis !!!!!!!!!!!!!!!!
    PS: Vá lá que já não sou só eu a ver esta desgraça…

  3. Apoiado, apoiado, apoiado!! E ainda o que me entristece mais é ver apresentadores supostamente profissionais… dispostos por umas nótitas a fazer de vendilhões do templo com uma dedicação que até dá dó ver. Que porca miséria de gente.

  4. É verdadeiramente inconcebivel que a tvi e a sic massacrem os teleespectadores da forma como fazem os apelos constantes a que as pessoas telefonem. Mas a televisão pública rtp, paga com o dinheiro dos contribuintes, assedia e massacra da mesma forma que as televisões privadas, o que torna a questão ainda mais grave. O que acontece é que aqueles que pagam os custos televisivos da estação do estado são bombardeados por maus profissionais da comunicação que não têm pejo nem pingo de vergonha em colaborar com esta palhaçada. Sejam sérios e optem por fazer trabalho sério, que é a unica coisa que aqueles que lhes pagam (todos nós) exigem.

  5. nao vou dizer nada q os outros senhores q tb comentaram nao tenha, ja dito ,mas faço kestao de tambem me pronunciar, esses supostos “profissionais ” da tv parecem estarem mortos de fome tal é a agressividade do assedio com que apelam de forma constante a que o ze povinho faça essas chamadas, esses apresentadores ainda n perceberam q aos poucos vao perdendo a pouca credibiliade q “ainda” lhes resta,
    isto é sem sombra de duvidas a republica das bananas governado por ladroes sem escrupulos

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here