Falha de segurança descoberta em 100 milhões de carros do grupo VW

Mais dores de cabeça para a Volkswagen que, desta vez, têm a ver com uma falha na segurança que pode permitir aos ladrões mais engenhosos abrir as portas dos carros equipados com um sistema de abertura por controlo remoto.

A vida não está fácil para o grupo alemão Volkswagen.

Depois do escândalo à volta da manipulação do resultado dos testes das emissões de carbono dos motores da marca – que afectou inúmeras marcas mas ficou conhecido como escândalo Volkswagen, foi agora revelada uma falha que afecta as viaturas da marca.

Segundo a revista Wired, um novo “hack” que explora vulnerabilidades dos sistemas wireless dos automóveis permite aceder à sua ignição, e arrancar a viatura sem necessidade de chave.

O problema, conta a Euronews, é que a falha se aplica a praticamente todos os carros construídos pelo grupo nos últimos 20 anos, ou seja, cerca de cem milhões de veículos.

A descoberta foi feita pela mesma equipa de investigadores da universidade de Birmingham que tinha já revelado, o ano passado, um estudo sobre uma falha com a segurança da ignição dos automóveis da marca.

A falha tinha sido descoberta em 2013, mas um processo em tribunal adiou a sua divulgação.

As falhas agora descobertas, que afectam todas as marcas do grupo, incluindo Volkswagen, Audi, Skoda e Seat, vão ser reveladas com mais detalhe numa conferência que terá lugar esta semana em Austin, nos Estados Unidos.

ZAP / Euronews

|  Crise abriu as portas a negócio de aluguer de brinquedos

1 COMENTÁRIO

  1. fariam melhor, se se mantivessem calados.
    Eu não consigo abrir nenhum carro, assim como a maioria dos habitantes da terra.
    Cheira-me a conspiração de rivalidade entre marcas…Querem acabar com a VW à força.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here