27 pessoas no hospital em Vila Franca de Xira com Legionella

worldbank / Flickr

-

Pelo menos 33 pessoas deram esta sexta-feira entrada no Hospital de Vila Franca de Xira depois de terem bebido água, com sintomas que apontam para episódios provocados pela bactéria legionella, informa a câmara municipal.

Todos os pacientes, residentes nas freguesias do Forte da Casa e da Póvoa de Santa Iria, recorreram ao serviço de urgência do Hospital de Reynaldo dos Santos, alegadamente por terem ingerido água.

Uma das 27 pessoas está em estado grave nos Cuidados Intensivos, disse à Lusa fonte oficial daquela unidade hospitalar.

Segundo a mesma fonte, sete pessoas estão internadas nos Cuidados Intensivos e Intermédios, sendo que uma destas está “ventilada”. “É o que está pior”, referiu.

Os internados têm entre os 30 e 80 anos e são de locais diferentes do concelho de Vila Franca de Xira. Até ao momento, ainda não foi estabelecido um elemento de ligação entre os infetados.

O Hospital de Vila Franca de Xira confirmou entretanto que deram entrada naquela unidade hospitalar 27 pessoas infetadas com a bactéria ‘legionella’.

Segundo a mesma fonte, as pessoas foram infetadas através do ar, e não através da ingestão de água, acrescentando que a infeção por ‘legionella’ não é contagiosa.

As primeiras informações apontavam para que os internados tivessem sido expostos à bactéria após a ingestão de água pública.

“Na posse desta informação, foram no imediato contactados os serviços de Saúde competentes, nomeadamente a direcção do Agrupamento de Centros de Saúde Estuário do Tejo, que nos informou do número de pessoas que, neste contexto, se encontravam nas urgências”, esclarece a Câmara Municipal de Vila Franca de Xira, em comunicado.

|  Garrafas de água reutilizáveis têm mais bactérias que a tigela do seu cão

A autarquia acrescenta que, de seguida, estabeleceu contacto com a EPAL, empresa que fornece a água em baixa aos Serviços Municipalizados de Água e Saneamento (SMAS) de Vila Franca de Xira, sobre esta situação, tendo transmitido à câmara municipal “que não tinham qualquer registo de alteração das condições de abastecimento”.

O município sublinha que os serviços laboratoriais dos SMAS de Vila Franca de Xira “estão a proceder a análises à água, não se verificando qualquer registo anómalo dos valores normais para consumo humano”.

A câmara termina a nota dizendo que aguarda que sejam conhecidos os resultados dos exames realizados aos pacientes que deram entrada no hospital da cidade.

A bactéria “legionella” é responsável pela Doença dos Legionários, uma pneumonia grave, cuja infeção se transmite por via aérea (respiratória), através da inalação de gotículas de água ou por aspiração de água contaminada.

Janice Haney Carr / CDC

Bacterias Gram-negativas de Legionella pneumophila

Bacterias Gram-negativas de Legionella pneumophila

/Lusa

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here