Andy Rubin deixa a direção do Android e é substituído por Sundar Pichai

andy_rubin_photo

Foto: dotTech


O CEO da Google, Larry Page, anunciou esta quarta-feira, que o até agora responsável do Android, Andy Rubin, terá decidido abandonar o cargo. Para o substituir a gigante de Mountain View confiou o cargo deixado por Rubin ao responsável do Chrome Sundar Pichai.

Andy Rubin propôs à Google a criação de um sistema operativo móvel de código aberto que ajudasse o mercado a evoluir, essa proposta de Rubin foi feita a Larry Page e a Sergey Brin em 2004 e desde essa altura que Rubin se tornou o responsável pelo departamento do popular sistema operativo móvel da Google, o Android, revelou o Page no blogue oficial da Google.

O trabalho de Rubin foi fundamental para o crescimento do Android e o CEO da Google reconheceu a importância do trabalho do agora ex-responsável do Android apresentadndo alguns dos números que ilustram o êxito durante a chefia de Andy Rubin.

“temos uma parceria global de mais de 60 fabricantes, foram ativados em todo o mundo mais de 750 milhões de dispositivos e 25 mil milhões de aplicações já foram descarregados da Google Play”, pode ler-se na nota deixada hoje por Larry Page no blogue oficial da empresa.

Andy Page terá decidido passar o testemunho para que outro elemento continue a contribuir para o desenvolvimento do sistema operativo móvel da Google e o escolhido para ocupar o cargo foi Sundar Pichai, que até agora ocupava do Chrome.

Sundar Pichai

O CEO da Google reconheceu que Pichai terá uma difícil batalha pela frente, sobretudo tendo como referência todo o trabalho efetuado por Rubin, contudo destacou que o novo responsável do Android tem mostrado todo o seu valor na empresa durante os últimos anos em que contribuiu positivamente para o crescimento do Chrome.

Categoria:Notícias

Etiquetas:

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Artigo por: Andreia Montez