Os utilizadores do Android são grandes fãs desta plataforma pelas suas possibilidades de personalização. No entanto, algumas aplicações são rejeitadas no Android Market, estando por isso fora do alcance dos utilizadores que pretendam cumprir todas as diretrizes do Google e do fabricante do equipamento. Mas, um developer, chamado Koushik Dutta, está a criar uma app store para as aplicações que foram rejeitadas e/ou banidas do Android Market.

 

Trata-se de uma plataforma que ajuda não só os developer’s que veem as suas aplicações rejeitadas pelo Google, mas também os utilizadores que pretendem ter acesso a uma panóplia mais diversificada de aplicações, face aquelas que são oficialmente aprovadas pelo Google.

A loja irá incluir também ROM’s de versões não aprovadas, emuladores de jogos clássicos, versões de aplicações de algumas operadoras, desinstaladores de programas, entre outros, numa série de aplicação que certamente irão criar interesse na comunidade de utilizadores Android, que tem assim oportunidade de ter acesso a ainda mais aplicações.

Quem é Koushik Dutta?

Dutta mostrou já na sua página do Google+ um screenshot de uma versão de desenvolvimento da plataforma, que irá receber aplicações gratuitas mas também pagas.

Esta ideia de Dutta avançou após a ideia ter sido exposta numa rede social e ter recolhido diversos comentários positivos, incentivando o projeto a avançar.

Já trabalhou como developer em empresas como a Infospace, Enterprise Mobile e até mesmo na Microsoft, trabalhando atualmente como freelancer. E estudou Ciência de Computadores na Universidade de Michigan, e sempre trabalhou na área com sucesso.

Koushik Dutta é muito conhecido no circulo dos utilizadores Android por pertencer à comunidade CyanogenMod e pelo conjunto de aplicações Clockwork Mod que incluem ROM’s do sistema operativo que permitem grandes alterações ao modo de funcionamento do sistema.

A comunidade do Cyanogen Mod é já superior a 1 milhão de utilizadores, o que mostra já o peso de Dutta na comunidade Android e o impacto que poderá ter o lançamento de uma plataforma de Koushik Dutta, também conhecido por Koush no universo online.

Porque é que são rejeitadas?

A grande maioria das aplicações são rejeitadas por interferirem com as pretensões das operadoras, que perdem assim uma das poucas maneiras de lucrar com a plataforma Android.

Aplicações que permitam por exemplo o uso da internet do telemóvel no computador são por norma rejeitadas, visto estarem a prejudicar os operadores de telemóveis mas também os operadores de internet locais.

O que é que já existe?

Até ao momento a preview mostrada por Dutta apresenta apenas uma página de submissão de aplicações, com diversos campos com informações, no entanto se o projeto avançar mesmo poderá aqui criar-se uma comunidade de Android hacking bem interessante e com um vasto conteúdo, visto que o seu criador não é um novato mas sim alguém com diversos conhecimentos no meio.

Existe uma data de lançamento?

Não há até à data qualquer data prevista para o lançamento nem nenhuma imagem de como poderá ser a plataforma do ponto de vista gráfico.

O que se sabe até ao momento é o que vai sendo veiculado pelo próprio Koushik Dutta na sua página do Google+. Veremos o resultado final…

Texto escrito de acordo com o novo acordo ortográfico.

Tags: , , ,

Deixar um Comentário

Smartphones Android - As Nossas Escolhas

Análise ao Sony Xperia Z1 – serão suficientes as specs?

smartphone sony xperia z1

Análise ao LG G3 – terá a LG dado o salto para a frente da corrida?

ecrã do lg g3

Análise ao LG G Flex – o ecrã curvo, será o futuro?

lg g flex ecrã curvo

Análise ao HTC One M8 – A sequela está de volta!

smartphone htc one m8

Análise ao OnePlus One – o smartphone redefinido

smartphone android oneplus one

Análise ao Samsung Galaxy S5 – O que precisa de saber

samsung galaxy S5 em branco

Samsung Galaxy S5 vs iPhone 5S

iphone 5S e Samsung Galaxy S5

LG G2: A LG Regressa À Boa Forma

smartphone lg g2

BQ Aquaris 5 Dual SIM – O phablet da espanhola BQ

imagem do bq aquaris 5

Samsung Galaxy Note 3 – O phablet do momento

phablet samsung galaxy note 3

Sony Xperia Mini: Quando O Tamanho Não É Tudo

Sony Xperia Mini EM Branco

Sony Xperia L: Quando A Beleza Não é Tudo

smartphone sony xperia L