Facebook, Twitter e LinkedIn estão mais lentos, revela estudo

facebook

Foto: The Telegraph


A disponibilidade e o tempo de acesso das principais redes sociais, onde se incluem o Facebook, o Twitter e o LinkedIn, pioraram consideravelmente nos últimos meses, de acordo com um teste de rendimento realizado pela Compuware. Dois trimestres bastaram para que as 24 redes sociais mais utilizadas em todo o mundo ter regredido três vezes.

Em julho de 2012 a velocidade média de acesso às redes sociais, ou seja, o tempo que decorrer desde que fazemos clique na página até que esta abra todas as suas funcionalidades, era de 2,8 segundos, já em fevereiro deste ano essa mesma ação aumentou até aos 7,1 segundos, valor que basicamente triplica o anterior.

De acordo com os dados apresentados pela Compuware, o LinkedIn aumentou dos 0,78 segundos para os 2,17, o Facebook passou dos 0,80 segundos para os 2,47 e o Twitter, que o ano passado se situava nos 1,42 segundos está agora nos 2,44 segundos.

No que respeita à disponibilidade, ou seja, o acesso a uma página sem que apareça nenhuma mensagem de erro, o ano passado apresentava uma média de quase 100% em todas as redes sociais. A percentagem baixou praticamente 2 pontos percentuais. O LinkedIn diminui a disponibilidade de 99,9% para 99%, enquanto o Twitter e o Facebook baixaram dois pontos percentuais e passaram dos 97,8% para os 97,2%. Na última posição ficou o MySpace que esteve disponível 94,7% das vezes.

A análise efetuada pela Compuware foi realizada de 1 de fevereiro a 1 de março e incidiu sobre as 24 redes sociais mais utilizadas em todo o mundo através dos dados transmitidos por 150 mil computadores de mais de 168 países.

Categoria:Notícias

Etiquetas:

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Artigo por: Andreia Montez