Imagem do tablet Fujitsu Lifebook t580.

Chegou o Fujitsu Lifebook t580, um tablet deveras interessante, e digo isso a pensar nas palavras mobilidade e trabalho, e em detrimento do iPad. Sim, esse mesmo que toda a gente cobiça e aprecia. Mas fica apenas pelo interessante, já que pelo menos duas menos valias sobem à tona. E são bem grandes. Mas caso estas menos valias não existissem, como seria com o surgimento deste tipo de tablets? Se este Fujitsu Lifebook fosse mais barato e tivesse maior autonomia, o iPad da Apple estaria em risco? O mercado dos tablets iria fragmentar-se e o domínio – pelo menos no meio empresarial – da Apple diminuir? Claro que é difícil fazer futurologia, mas eu acho que sim. E você?

Quando se fala em tablets, fala-se num computador móvel, mais largo que um telemóvel ou PDA, e que se possa utilizar através do ecrã ou de um teclado físico. São os companheiros ideais para quando estiver em cima da mesa mobilidade e trabalho. E este Fujitsu Lifebook surgiu com esse objectivo, como bem demonstra o seu vídeo oficial.

Mas vamos de imediato ao que interessa, pois o facto de este tablet Fujitsu Lifebook t580 ter:

  • Windows – e por isso ter acesso mais facilitado a suíte Office, inclusive o fantástico Outlook;
  • Teclado físico – apesar da PC Mag referir que é difícil de utilizar e poder demorar algum tempo até nos habituarmos, porque teclas como o ponto final, vírgulas e setas são muito pequenas, comparativamente com o iPad e falando de trabalho, na minha opinião, ainda não há nada como um teclado físico;
  • Ecrã rotativo – que permite rodar o ecrã 180º e pousá-lo sobre o teclado;
  • Reconhecimento de escrita manual – o que significa que podemos tirar partido do reconhecimento de escrita manual integrada no Windows 7, mas que não é isento de erros em cada parágrafo, sendo no entanto, o problema do Windows 7 e não da caneta;
  • E monitor táctil – segundo a análise PC Mag não é fácil acertar em ícones muito pequenos mas no global é fácil de utilizar.

Faria com que o escolhesse num abrir e pisca de olhos em detrimento do iPad, mas…existe sempre um mas. Não o escolho porque:

Se ainda fosse só a questão da autonomia acho que se resolvia, pois normalmente tenho acesso facilitado a uma tomada ou um adaptador no carro, algo que resolveria a questão, mas para a diferença de preço não há argumento que chegue. Portanto se o preço fosse sensivelmente perto do iPad acho que optaria por este tablet.

E acho que não estaria sozinho. Com certeza mais pessoas o fariam, e por isso a Apple poderia perder a vantagem que tem hoje em dia, em que inova e dita as tendências do mercado e a concorrência não tem outra possibilidade senão ir atrás.

Por isso, será que o aparecimento de cada vez mais tablets vão cada vez mais ameaçar a cota de mercado da Apple? Uma coisa é certa, vão com certeza deixar o mercado mais fragmentado.

Outros tablets

Mas para além deste tablet existem pelo menos outros dois: o Dell Inspiron Duo e o Lenovo IdeaPad S10-3t que lhe são concorrentes, mais grossos, mas bem mais baratos.

O Fujitsu Lifebook tem a seu favor uma caneta digital (guardada na frente do portátil) que permite escrever digitalmente e que pode ser interessante para os adeptos do papel, 802.11n Wi-Fi e Bluetooth, mas traz 160 Gb de disco, ao contrário dos 320 Gb do Dell Duo e Lenovo S10-3t.

Em termos de performance traz um 1.33GHz Intel Core i5-560um ao contrário de um Intel Atom CPU que tem uma voltagem inferior mas que se revela com uma performance muito superior. Os seus dois rivais não conseguiram correr o teste de video transcoding do Handbrake, ao contrário do Fujitsu Lifebook que o completou em 4 minutos e 6 segundos.

Só traz 2 Gb de RAM, o que é pena, e impede de utilizar razoavelmente programas exigentes em termos de recursos como o Adobe Photoshop CS5.

Mas sem dúvida o que mais desilude é a bateria, que dura qualquer coisa como 2 horas e 25 minutos com o MobileMark 2007, bastante menos que o Dell Duo (3:18) e Lenovo S10-3t (3:39).

O touchpad também é pequeno, mas traz como funcionalidades HDMI port, fingerprint reader, Smart Card slot, e Gigabit Ethernet, coisas que não existem no Lenovo S10-3t e no Dell Duo. Vem com duas portas USB, VGA, um SD card slot e uma webcam de 1.3 megapixéis.

A experiência com o teclado físico é melhor no Lenovo S10-3t and Dell Duo porque as teclas são maiores.

Trocava-o por um iPad?

Apesar deste Fujitsu Lifebook ser uma excelente notícia o seu preço é muito elevado, não acha? Ou não olharia para esse factor e seria a sua preferência?

Ou por outro lado, não vê vantagens nenhumas neste Fujitsu Lifebook ou qualquer outro tablet e acha que o iPad continua a ser a melhor escolha? Deixe-nos a sua opinião com um comentário.

::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::

Fica aqui um vídeo da autoria do chuongvision filmado no CES 2011 em que mostra este Fujitsu Lifebook a ser utilizado e analisado. Uma visão mais imparcial do que o vídeo ofícial.

Fontes: PCMag | Toshiba Portugal

Tags: , , ,

Deixar um Comentário

Smartphones Android - As Nossas Escolhas

Análise ao Sony Xperia Z1 – serão suficientes as specs?

smartphone sony xperia z1

Análise ao LG G3 – terá a LG dado o salto para a frente da corrida?

ecrã do lg g3

Análise ao LG G Flex – o ecrã curvo, será o futuro?

lg g flex ecrã curvo

Análise ao HTC One M8 – A sequela está de volta!

smartphone htc one m8

Análise ao OnePlus One – o smartphone redefinido

smartphone android oneplus one

Análise ao Samsung Galaxy S5 – O que precisa de saber

samsung galaxy S5 em branco

Samsung Galaxy S5 vs iPhone 5S

iphone 5S e Samsung Galaxy S5

LG G2: A LG Regressa À Boa Forma

smartphone lg g2

BQ Aquaris 5 Dual SIM – O phablet da espanhola BQ

imagem do bq aquaris 5

Samsung Galaxy Note 3 – O phablet do momento

phablet samsung galaxy note 3

Sony Xperia Mini: Quando O Tamanho Não É Tudo

Sony Xperia Mini EM Branco

Sony Xperia L: Quando A Beleza Não é Tudo

smartphone sony xperia L