Starbucks vai doar toda a comida não comercializada a bancos alimentares

Empresa anunciou que vai começar a doar toda a comida não comercializada das suas lojas no território norte-americano a quem mais precisa.

O Starbuks anunciou recentemente uma decisão que vai beneficiar a vida de milhões de cidadãos norte-americanos que ainda passam por dificuldades.

A famosa marca americana vai começar a doar toda a comida que não chega a ser comercializada nas mais de 7.600 cafetarias espalhadas pelos Estados Unidos.

Os produtos vão ser distribuídos por associações como a Feeding America e a Food Donation Connection, uma medida que, só este ano, vai proporcionar cerca de cinco milhões de refeições a quem mais precisa, escreve a ABC News.

O projeto vai começar a ser posto em prática já este ano e, até 2021, estima-se que vá providenciar perto de 50 milhões de refeições.

Segundo a Feeding America, mais de 48 milhões de americanos nem sempre têm o que comer e um em cada sete ainda passa fome.

“Tal como muitas das nossas iniciativas de impacto social, a inovação e a inspiração vêm por parte dos nossos funcionários que são voluntários e que contribuem para as suas comunidades”, destacou o vice-presidente do departamento de Responsabilidade Global da marca, John Kelly.

“Eles perceberam que temos de fazer mais e encontrar uma forma de usar a nossa grande escala para trazer qualidade de vida aos que mais necessitam”, concluiu.

A par destas medidas que pretendem evitar o desperdício alimentar, França deu recentemente o exemplo como o primeiro país a aprovar uma lei que impede os supermercados de deitar fora ou destruir produtos que não sejam vendidos.

Também a Dinamarca foi notícia há uns tempos, depois de a sua capital ter inaugurado o primeiro supermercado do mundo que vende produtos fora da validade.

|  Estudo defende que cada maço de cigarros deveria custar 13 euros

ZAP / EcoD

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here