Suburbanos do Porto cobram 50 cêntimos por mala extra

Giacomo Giugiaro / Flickr

-

A CP irá passar a cobrar 50 cêntimos por cada bagagem que os passageiros levem além da bagagem de mão nos comboios suburbanos do Porto, noticia o Público.

A medida entrou em vigor no dia 1 de Fevereiro de acordo com declarações da CP ao jornal, e “tem carácter experimental, temporário” e que pretende sensibilizar “os clientes para as condições de transporte de bagagens”. Ao jornal, a empresa afirma ainda que nenhuma taxa foi cobrada desde o início do mês.

Este valor será cobrado a passageiros que transportem consigo volumes, além da bagagem de mão, que ultrapassem os 30 por 10 centímetros, ou que tenham mais que 60 centímetros de largura. Este valor será cobrado a bordo pelo revisor, passando, na altura, o respectivo recibo.

A medida, aplicada nos comboios do Grande Porto não obriga a que os passageiros façam “check in” nas estações, sendo apenas necessário embarcar a bagagem, desde que exista espaço disponível no comboio.

Segundo o Público, esta medida é implementada por ser frequente verificar-se situações de “transporte excessivo de bagagens pelos clientes, ao ponto de provocar impacto no conforto e qualidade do serviço prestado”, principalmente nas horas de ponta.

Ana Portela, porta-voz da CP, em declarações ao jornal, afirma: “Recebemos no ano passado várias dezenas de reclamações por causa disto”, sublinhando não haver intenção por parte da empresa de aumentar receitas ou aplicar multas, mas apenas transmitir uma “ideia dissuadora do transporte excessivo de bagagem”.

Segundo o jornal, a CP não considera para este efeito “computadores portáteis, malas de mão e similares”, sendo possível, no limite, que o revisor recuse o embarque de mais volumes, se não houver espaço suficiente no comboio.

ZAP

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here