Quando é que o WordPress precisa de atualização? O NeverOutdated diz-nos!

Qual é o objetivo deste serviço NeverOutdated.com? Simplesmente enviar-nos um e-mail sempre que a versão do nosso CMS preferido estiver disponível. Preferido, que é como quem diz, o que o website estiver a utilizar. A ideia é interessante e é o suficiente para ser considerado útil.

O NeverOutdated.com é uma ferramenta gratuita para webmasters gerirem vários CMS – ora bem, vários CMS é o que é referido, mas para já só o WordPress que está disponível – e receber notificações por e-mail assim que existir uma atualização.

E até poderemos pensar que isto de não ter o website atualizado não é importante, mas poderá ser a grande diferença entre segurança e estabilidade, já para nem falar do obter de novas funcionalidades.

Especialmente para quem mantém muitos websites ou blogs em simultâneo, poderá ser uma tarefa entediante ter de saber a versão de cada uma delas, para as atualizar.

E tudo o que temos de fazer é registarmo-nos NeverOutdated.com e instalar o plugin no blog.

A seguir temos de ir a opções > WP Never Outdated e depois introduzir uma Secure Key que entretanto iremos receber no e-mail.

Com o e-mail que recebemos, deveremos confirmar a conta e introduzir uma palavra-passe para aceder a um dashboard onde irão ser mostrados o estado dos nossos websites.

Na verdade, um serviço simples e eficaz, para mantermo-nos informados da existência de uma nova versão do WordPress (para já, mas é referido para breve Joomla).

Como funciona?

Podemos verificar no código do plugin, que é feito um pedido do serviço NeverOutdated.com, e esse pedido terá que levar consigo a referida Secure Key que irá validar se é legítimo esse pedido.

Essa Secure Key é guardada do lado do serviço e nas options do blog para ser feito o match.

Se tiver tudo bem é incluída a framework do WordPress, obtida a versão do MySQL, Base de dados e do Plugin e tudo construído num array.

$out = array(
	'status'	=> 'success',
	'wp-version'    => $wp_version,
	'wp-db-version' => $wp_db_version,
	'sql-version'   => $mysql_version,
	'php-version'   => phpversion(),
	'plugins'	=> $plugins
);

Depois é tudo enviado de volta como JSON para o serviço.

O que acham deste plugin?

É interessante o suficiente para o instalarem? Eu sou sincero, não me irei dar ao trabalho de o instalar, mas parece ser uma opção interessante, especialmente para quem tiver imensos sites.

Assim não terá que andar sempre a lembrar-se se estarão atualizados ou não.

Mas, o que é que vocês acham? Digam-me a vossa opinião.

Categoria:Truques e DicasTutoriais

Etiquetas:

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Artigo por: Luís Barros