Um café onde a bebida é grátis, mas o tempo é pago

 

Abriu em Londres o Ziferblat, o primeiro café onde se paga o minuto – e não a bebida.

No Ziferblat tudo é de graça: o café, o chá e o biscoito. Mas a cada minuto, o cliente paga cerca de 3 cêntimos.

O local foi criado com um conceito que já provou ser popular na Rússia. Agora, a cadeia abriu o seu primeiro café em Old Street, no leste da capital britânica.

Os criadores do Ziferblat afirmam que no seu estabelecimento “tudo é livre, excepto o tempo que passar lá.”

Os clientes pagam 3 cêntimos por minuto para terem comida ilimitada, café e acesso à internet. Também é possível levar a própria comida e bebida.

BBC

Ivan Meetin, fundador do Café Ziferblat

Ivan Meetin, fundador do Café Ziferblat

A ideia é certamente bela, mas tem dois “senãos”: os clientes têm que preparar as suas próprias bebidas e arrumar a sua loiça no fim.

“Sempre idealizei um lugar onde as leis da sociedade não se aplicam”, disse à BBC Ivan Meetin, dono do café.

À entrada, encontramos um móvel com dezenas de relógios, que o cliente usa para marcar a hora da sua chegada. Quando vai embora, é calculado o valor da conta.

A ideia parece estar a fazer sucesso. Um cliente, que tomava um café e trabalhava no seu portátil, conta: “quando escolho um café para me sentar e trabalhar, escolho pelo ambiente e não pela bebida, o que torna essa combinação aqui perfeita”.

Para Meetin, a grande inspiração para o café é a maneira livre como as pessoas se relacionam nas redes sociais. “As pessoas precisam de um lugar onde podem se relacionar no mundo real como se relacionam nas redes sociais e isso é o que acontece no Ziferblat.”

“O nosso objetivo é levar o Ziferblat para o mundo todo”, afirmou.

|  Restaurantes não podem cobrar couvert que não seja pedido

ZAP / BBC

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here